See Now, Buy Now

See Now, Buy Now

O que mais se falou na semana de moda por aqui em São Paulo que acabou na última sexta, foi sobre o imediatismo da moda nos tempos atuais. Para tentar fugir das cópias das redes fast fashion e atender uma demanda cada vez mais instantânea dos consumidores cada vez mais plugados nas redes sociais, surgiu o tal “see now buy now”. Ele começou a ser discutido e considerado por grandes designers do mundo como TOM FORD, DVF, BurberryRebecca Minkoff, etc… no último NYFW, conforme nós abordamos nas aulas do último NY Fashion Tour. Essa mudança no calendário foi rapidamente incorporado pelo São Paulo Fashion Week (agora sem estação pré definida, chamando apenas de SPFWN41, o que significa edição número 41, não mais verão ou inverno).

Essa tendência foi incrivelmente adaptada pelas marcas brasileiras, entre elas a fast fashion da Riachuelo, que montou uma loja na própria passarela vendendo quase toda a mercadoria lá mesmo, aproveitando todo o desejo gerado pela emoção do final de um desfile (estava também disponível em algumas lojas da rede no dia seguinte). O desfile da Ellus Second Floor também entrou na onda do “See Now Buy Now”, e abriu uma pop up store no Iguatemi no dia seguinte. Está aí a grande capacidade de adaptação da indústria de moda nacional. Obviamente que há quem vá contra a maré, principalmente as marcas de luxo como Paula Raia etc, seguindo o posicionamento de Paris, que continuam fazendo desfiles conceito e não comerciais, o que faz parte do mundo da moda. Hoje cada marca tem a liberdade de fazer seu calendário como achar melhor.

Tagged In:

Rakibul Smith

As sunrise and sunset are calculated from the leading and trailing edges of the Sun, and not the center, the duration of a day time is slightly longer than night time. Further, because the light from the Sun is refracted as it passes through the Earth’s atmosphere.

Related Post

Leave a Reply

Theme Demos
Buy Now